Aborto adia cirurgia para tratar cancro
Operação adiada duas vezes: uma devido à realização de um aborto e outra devido ao horário

Uma doente com lesões pré-cancerosas no colo do útero viu ser adiada duas vezes a intervenção cirúrgica no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, para a remoção do útero, como tratamento para erradicar o vírus do papiloma humano. O adiamento da cirurgia deveu-se à prioridade dada a uma interrupção voluntária da gravidez e, na segunda ocasião, ao fecho do Bloco Operatório às 15h30.

Revoltada e inconformada, Sandra Keizeler, de 36 anos, conta ao CM que o problema tem "agravado" a sua ansiedade e preocupação. "Estou indignada e só me aguento porque estou com calmantes. Por esta altura, já devia estar em recuperação e agora tenho de me preparar para um terceiro internamento para ser operada."

Sandra Keizeler, mulher do antigo futebolista do Belenenses Sobrinho, tinha cirurgia marcada para 25 de Janeiro. Foi internada na véspera, fez a preparação para a operação – clister, jejum, soros, análises – e, quando pensava que ia ser operada, ouviu da boca da directora do serviço de Ginecologia/Obstetrícia que não podia ser operada "porque tinha entrado para o Bloco Operatório uma mulher para fazer um aborto". Na segunda vez, em 8 de Fevereiro, Sandra ouviu da mesma médica que não podia ser operada "porque a cirurgia prolongava-se para depois das 15h30 e o Bloco Operatório fecha a essa hora".

Sandra Keizeler, que diz dar a cara por um problema que "afectará outras mulheres", tem nova cirurgia, marcada para 22 de Fevereiro.

Fonte da administração do hospital de Setúbal afirma que a "actividade cirúrgica programada é organizada de acordo com a prioridade dos casos clínicos" e que "para dar cumprimento a essa prioridade é, por vezes, necessário alterar programas operatórios de acordo com as situações". A mesma fonte garante que a "actividade cirúrgica de urgência é assegurada 24 horas por dia e 7 dias por semana".

Fonte: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/aborto-adia-cirurgia-para-tratar-cancro215847580